Autenticar

Login to your account

Username
Password *
Remember Me

Perguntas Frequentes

O Rito de York é composto por quantos corpos rituais?

O sistema de Altos Graus do Rito de York, é constituído na sua base pela estrutura Capitular do Arco Real.

Depois do Maçon Mestre do Arco Real ter concluído os graus Capitulares, pode prosseguir a sua caminhada nos Graus Crípticos e Cavaleirescos.

 

O que são Graus Simbólicos?

Na maçonaria existem os graus simbólicos, os quais são corporizados pelas Lojas Azuis e que gerem os graus de Aprendiz, Companheiro e Mestre e existem os graus filosóficos, nos quais se enquadram os graus do Arco Real.

 

Quantos graus existem no Arco Real?

Cada Capítulo, pode sob dispensa do Supremo Grande Capítulo do Arco Real de Portugal, trabalhar quatro graus, a saber:

- GRAU DE MESTRE DE MARCA

- GRAU DE ANTIGOS MESTRES VENERÁVEIS

- GRAU DE MUITO EXCELENTE MESTRE

- GRAU DE MAÇON DO ARCO REAL

 

O que consta de cada Cerimónia de atribuição de Graus?

Cada cerimónia de cada grau filosófico do Arco Real consta de duas partes distintas: uma de representação dramática dos princípios da Ordem, seguida de uma outra parte de dissertação na qual é explicada a razão, a história e o simbolismo que fundamenta cada Grau do Arco Real. De igual forma, como na Maçonaria simbólica, o Arco real apenas permite o trabalho e o ingresso de Homens (Mestres Maçons Regulares), podendo praticar qualquer religião ou crença.

 

O Arco Real vs a espiritualidade?

O sistema de altos graus do Arco Real é o mais praticado em todo o mundo e é considerado como o culminar da “pura e antiga Maçonaria”. Na Maçonaria simbólica, ao candidato apresentam-se-lhe uma série de dogmas e princípios eminentemente práticos com base nos quais, se são praticados, podem leva-lo a esperar viver uma vida ao serviço do seu semelhante. Contudo, o homem não é só um ser prático; a sua natureza tem uma vertente essencialmente espiritual. Este aspeto espiritual coloca-se em prática no terceiro grau, no qual o homem é dirigido para a contemplação do seu inevitável destino e se converte na mensagem principal do Arco Real. Neste sentido, a “pura e antiga Maçonaria” pode entender-se como uma peregrinação, uma caminhada, através do descobrimento e do conhecimento do próprio individuo, pelo que o Arco Real completa as lições práticas da Maçonaria através da contemplação da natureza espiritual do homem, reforçando e apoiando o que cada individuo aprendeu na sua religião.

 

Requisitos para ser membro do Arco Real?

Ser Mestre Maçon e membro ativo de uma Loja Maçónica REGULAR reconhecida pela Grande Loja Legal de Portugal/GLRP.

No livro das Constituições, existe uma declaração preliminar que refere:

“ A Maçonaria Pura e Antiga consiste somente em três graus e não mais, o mesmo é dizer, o grau de Aprendiz, o grau de Companheiro e o grau de Mestre Maçon, incluindo a Ordem Suprema do Arco Real.”

Uma vez que se tenham recebido os três graus, tem-se direito a completar o caminho maçónico adquirindo os graus do ARCO REAL.

Últimas Notícias

Últimos Artigos