Autenticar

Login to your account

Username
Password *
Remember Me

Mensagem de Boas-Vindas

fotografia

Na minha condição de Grande Sumo Sacerdote do Supremo Grande Capítulo do Arco Real de Portugal dou as boas vindas a todos quantos se aproximam desta nossa casa virtual, confiando que aqui, nesta página web, encontrarão as respostas às questões que vos impulsionaram a visitar-nos.

Este site foi criado com o intuito de proporcionar a todos os interessados informação básica sobre o sistema de Altos Graus do Rito de York, nomeadamente no que concerne ao Supremo Grande Capítulo do Arco Real de Portugal, os seus princípios, atividades e projetos.

É nossa firme intenção e propósito, no entendimento de que toda a Obra Humana deve ser entendida como provisória e sujeita ao aperfeiçoamento e evolução, mantê-lo constantemente atualizado, renovado, e, ainda, proceder a uma revisão e atualização de conteúdos com uma periodicidade que não exceda um mês, a qual não implicará necessariamente substituições, mas que passará pela inclusão de novos temas e conteúdos que sejam considerados como servindo os nossos Princípios e respetiva divulgação.

Já em 1883 existia em Portugal um Grande Capítulo do Santo Arco Real de Portugal no âmbito da Loja Simbólica do Grande Oriente Lusitano Unido, que se terá perdido com a irregularização desta estrutura maçónica.

A Maçonaria do Arco Real ressurge em Portugal em 1994, no âmbito da Grande Loja Regular de Portugal, com a criação do Capítulo Mosteiro de Alcobaça (Cascais), sob dispensa do General Grand Chapter Royal Arch Masons International (GGCRAMI). Em 8 de Março de 1995, foram emitidas mais duas dispensas criando os Capítulos Mosteiro de Paiva com sede no Porto e o Capítulo Mosteiro dos Jerónimos em Lisboa. Em 24 de Setembro de 1996 é constituído o Grande Capítulo do Arco Real de Portugal com Carta patente do GGRAMI, sendo seu primeiro Grande Sumo Sacerdote † Fernando Teixeira.

Atualmente o Supremo Grande Capitulo do Arco Real de Portugal, possui sob sua jurisdição 10 Capítulos, distribuídos por todo o território continental. Após a criação dos três primeiros Capítulos, que deram origem ao SGCARP, foram criados os Capítulos de Santa Maria de Aguiar (Guarda), o Mosteiro de Sagres (Albufeira), o Mosteiro Castro de Avelãs (Bragança), o Mosteiro da Paz (Lisboa), o Mosteiro de Cristo (Lisboa), o Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Lisboa) e o Mosteiro de Santa Cruz (Coimbra).

Entre os seus princípios inspiradores contam-se, nomeadamente, a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade, regendo-se internamente pela sua própria Constituição e Estatutos, e tendo sempre presente que um dos objetivos pelos quais lutamos é o de superar as necessidades e dificuldades dos nossos semelhantes através da Beneficência.

O S.G.C.A.R.P. desenvolve os seus trabalhos no seio da Maçonaria Regular, cumprindo com os seus Landmarks e respeitando as antigas tradições dos Maçons, sendo depositária das sua tradições ao longo dos tempos. Atento este escrupuloso cumprimento dos antigos usos e tradições, tem tido o reconhecimento universal de todas as estruturas do Rito de York do mundo. É ainda membro do Grande Capítulo Geral do Arco Real Internacional e é reconhecido por dezenas de Grandes Jurisdições em todo o mundo, seguindo o sistema americano.

Aproveito esta ocasião para endereçar uma saudação fraternal a todos os Maçons espalhados pelo mundo e em especial a cada um dos membros do Supremo Grande Capítulo do Arco Real de Portugal, aos quais apelo a que continuem a busca pela perfeição, constante da nossa Instituição.

Paulo Cardoso

Grande Sumo Sacerdote